quinta-feira, 2 de junho de 2011

AVALIAÇÃO DE PROJECTOS DE INVESTIMENTO

Antes de se executar qualquer projecto de investimento, é importante fazer a sua avaliação, quer numa perspectiva microeconómica, quer numa perspectiva macroeconómica, dependendo da aplicação de recursos, da entidade investidora e dos objectivos que se pretende alcançar.
Assim, podemos considerar três tipos de avaliação: económica, social e financeira.

Avaliação económica
Esta perspectiva contempla questões relacionadas com “prioridades da economia nacional” ou da “colectividade”, sendo indispensável avaliar se o impacto económico, produzido pelo projecto, é maximizado face a outras alternativas.
A avaliação deve averiguar se:
- O projecto está inserido num sector determinante para o desenvolvimento da economia;
- O projecto contribuirá efectivamente para o desenvolvimento do sector;
- Os benefícios económicos gerados serão ou não superiores aos recursos aplicados.

Avaliação social
Numa perspectiva social, a avaliação de projectos procura analisar o “bem-estar”, interessando encontrar resposta para:
- Quais os grupos sociais que beneficiam mais com o projecto?
- Até que ponto a distribuição de rendimentos decorrente da concretização do projecto é, ou não, compatível com os objectivos definidos para a política social?
- Qual a contribuição do projecto para o nível de “bem-estar” social?

Avaliação financeira
Tem por objectivo determinar se os recursos financeiros aplicados – capitais próprios e alheios – podem ser recuperados e remunerados adequadamente, durante o período de vida económica do projecto.
Esta avaliação permite efectuar uma análise multi-critério, com base em vários critérios:
- Valor actualizado líquido (VAL)
- Taxa interna de rentabilidade (TIR)
- Período de retorno do investimento (PRI) ou Payback period
- Retorno do investimento (RI)